Desperte para sua Carreira – Parte 2

É muito comum assumirmos o papel de vítima sem perceber que isto, de fato, está ocorrendo. Quando buscamos culpados para justificar falta de oportunidades, quando ficamos fechados e de mau humor, quando não enxergamos perspectivas de mudança, normalmente estamos no papel de vítima sem perceber. Infelizmente, isso é mais comum do que parece. Esta é uma atitude de quem está sempre na defensiva, de quem está com um escudo se protegendo do ambiente.

Agora, vamos fazer uma simples analogia: Quem se protege com escudos, perde campo de visão para as oportunidades pois o escudo literalmente ofusca a percepção do ambiente! Não se esqueça disso. Pode ser que o seu escudo esteja tapando caminhos gloriosos. Ser vítima é se esconder de si mesmo, é não ter auto responsabilidade sobre suas ações.

O fato é que ninguém se assume ou quer ser vítima. E pensando no outro lado da moeda, vamos focar então no protagonismo.

Ok, mas então, o que é ser protagonista da própria carreira?

Por definição, protagonismo deriva do grego protagonistes, onde “protos” significa principal ou primeiro e “agonistes” significa lutador ou competidor. E o que isso tem a ver com a minha carreira? Absolutamente tudo!

Ser protagonista da sua carreira não é dominar o mercado e todas as intercorrências que ele pode sofrer, mas é ter o controle das decisões e caminhos que serão percorridos diante das oportunidades e das adversidades. Ser protagonista é se conhecer e consequentemente, se reconhecer. É necessário identificar e saber usar perfil, habilidades, competências, dons, formações. Mas é preciso reconhecer as limitações, fraquezas, inaptidões, ausência de especializações, gaps. E esse é o comportamento mais comum do protagonista: entender que ser protagonista não é ser autossuficiente, e sim saber quais recursos utilizar e principalmente que se deve sim buscar apoio quando necessário e que isso é muito saudável e enriquecedor.

Explorar (no bom sentido da palavra) o conhecimento, networking, know how, dicas, informações de pessoas e instituições de uma forma geral (amigos, vizinhos, influencers, empresas, blogs, sites, fóruns, etc.) é muito saudável e pode gerar insights fantásticos. Costumamos chamar esse movimento de “Sistema de Alavancagem”,  em que a troca de ideias, conhecimentos e experiências pode gerar uma rede capaz de ampliar o alcance de talentos e habilidades fomentando e estimulando o desenvolvimento contínuo.

Na prática o comportamento protagonista na carreira ocorre quando temos a consciência do mix dos recursos que se tem com os recursos que são necessários buscar ou desenvolver para atingir seu objetivo. O que está entre esses dois pontos é a capacidade de identificação desses recursos e o direcionamento consciente de cada um deles, de forma estruturada e planejada para melhor aproveitamento das oportunidades e superação das adversidades. O protagonista não tem condições de prever o que vai acontecer, mas ele tem autoconhecimento suficiente para enxergar quais pontos fortes pode explorar e o que precisa desenvolver em cada situação.

Então, dito isso, você deve estar se perguntando: Como desenvolver o comportamento protagonista na minha carreira?

Não existe uma resposta simples e objetiva, pois são diversos os caminhos que podem levar as pessoas a um comportamento protagonista. Abaixo seguem algumas dicas que podem ajudar:

  • Dar mais valor e significado a sua Carreira! Ela é sua e se você não cuidar provavelmente ninguém o fará;
  • O seu trabalho lhe traz satisfação? Pense no que precisa ser modificado para você se sentir mais pleno e feliz;
  • Faça um plano de carreira para você visualizar os próximos passos e conseguir mensurar seus resultados ao longo da trajetória. É clichê mas é importante: Para quem não sabe onde quer chegar qualquer caminho serve.
  • Não deixe seus medos barrarem sua criatividade. Quando surgir a ideia de fazer algo diferente, sempre se pergunte: Why not?
  • Não deixe de começar a experimentar coisas novas por não ter o projeto todo completo e perfeitamente estruturado. Lembre-se que podemos inovar com simplicidade todos os dias!
  • Procure ajuda de um especialista de carreira para melhorar seu autoconhecimento, ampliar sua consciência sobre as oportunidades e/ou ajudar você a estruturar seus projetos. E claro, se essa for sua opção, conte conosco da Wakeup!

Escrito por Ketlin Lopes – Consultora de Carreiras na WakeUp Carreira

3 thoughts on “Desperte para sua Carreira – Parte 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *