2009 x 2019 x 2029, como está sua carreira ?

Estou aproveitando essa onda de olhar para 10 anos atrás e refletir como o fluxo da nossa vida profissional mudou. Você já pensou sobre isso?

Hoje tive um insight e pensei como conduzíamos nossa carreira em 2009, como é hoje e, ansiosa, como será daqui a 10 anos.

Em 2009,

a tecnologia já se fazia presente. A era da informação tomou conta e quase que na íntegra abandonamos as bibliotecas e as enciclopédias entraram na lista dos livros “cult” para se ter, junto com os vinis.

Max Gheringer liderava o quadro do fantástico Emprego de A a Z, que falava sobre assuntos do cotidiano do mercado de trabalho, como marketing pessoal, mercado de trabalho, comportamento e o networking era assunto novidade. (Veja aqui este vídeo) Curiosamente, enquanto eu pesquisava para trazer a informação exata aqui, o programa teve seu início em 2007 e encerrou em 2009.

Lembro que o Max era meu maior mentor de carreira, mesmo que ele não soubesse. Até porque se falava muito pouco sobre o real sentido do trabalho, propósito de vida, carreiras multifuncionais e não lineares.

O currículo acadêmico era o condutor mais forte para a carreira, escolhida geralmente antes dos 20 anos.

Em 2019,

estamos diante de um boom de mudanças, oportunidades, virada de mindset, muitas novas profissões e tecnologia tomando conta de tudo.

Hoje, a idade e o tempo de carreira já não definem o quanto a pessoa irá ser remunerada, ou em quanto tempo ela terá uma promoção. Tudo é relativo. E rápido.

Analista de Big Data, criadores de conteúdo no facebook, gerente de mídias sociais, Desenvolvedor Web, Especialista em LinkedIn são alguns exemplos de profissões que surgiram nos últimos anos e que há 10 anos atrás não tínhamos a menor ideia que viriam.

O conceito de trabalho e a forma que enxergamos ele está mudando. Aliás, já mudou. Virar a chave é só questão de tempo para quem não está olhando para a sua própria carreira.

Esse olhar constante para a vida profissional virou uma questão de necessidade. Não precisa muito para perceber a quantidade de informações que temos disponíveis conectados em rede. Me sinto capaz de aprender sobre qualquer coisa com a ajuda do youtube e do google. A habilidade de saber filtrar informações virou um diferencial para quem quer ter foco e produtividade.

Novos empreendedores com propósito, startups, profissionais liberais, freelancers, executores de projetos e a necessidade de fomentar a própria marca.

Carreira flexível e aprendizado contínuo eu diria que são as palavras-chave para o momento.

E 2029?

Arrisco dizer que mais de 50% das profissões que existirão daqui a 10 anos ainda não foram criadas.

Como você acha que estará a sua carreira? E o mercado de trabalho?

Hoje a ciência do futurismo está ganhando mais espaço, pois mesmo especialistas não sabem dizer precisamente o que irá acontecer.

Porém, tenho certeza de uma coisa: Você pode criar o seu futuro. Para isso basta o hoje.

E, se precisar de ajuda, clica aqui  em “Quero conversar com vocês da WakeUp sem compromisso” e marca um papo com a gente. Teremos o prazer de conversar sobre a sua escolha de carreira para os próximos 10 anos.  

“O analfabeto do século XXI não será aquele que não consegue ler e escrever, mas aquele que não consegue aprender, desaprender, e reaprender.” 

Alvin Toffler

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *